"A Casa Sobre A Rocha" (Mt5:24).

“O Amor é a Lei de Deus. Viveis para que aprendais a amar. Amais para que aprendais a viver. Nenhuma outra lição é exigida do homem.” (O Livro De Mirdad)

Archive for dezembro \31\America/Sao_Paulo 2010

Moderno #1

Posted by José Eduardo Glaeser em 31/12/2010

Posted in Geral | Etiquetado: , , , , , , , | Leave a Comment »

William P. Young – todos os caminhos levam a Deus?

Posted by José Eduardo Glaeser em 25/12/2010

OS QUE ME AMAM estão em todos os sistemas que existem. São budistas, mórmons, batistas ou muçulmanos, democratas, republicanos e muitos que não votam nem fazem parte de qualquer instituição religiosa. Tenho seguidores que foram assassinos e muitos que eram hipócritas. Há banqueiros, jogadores, americanos, iraquianos, judeus e palestinos.
Não tenho desejo de torná-los cristãos, mas quero me juntar a eles em seu processo para se transformarem em filhos e filhas do Papai, em irmãos e irmãs, em meus amados.
– Isso significa que todas as estradas levam a você?
De jeito nenhum – sorriu Jesus enquanto estendia a mão para a porta da oficina – A maioria das estradas não leva a lugar nenhum. O que isso significa é que eu viajarei por qualquer estrada para encontrar vocês.

(William P. Young em “A Cabana” – Sextante – p. 168-169.)
(Via Ricardo Gondim)

Posted in Geral | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

FELIZ NATAL A TODOS!

Posted by José Eduardo Glaeser em 24/12/2010

ATENÇÃO! Novas Postagens A Partir do dia 06/01/2011.

Naquela região havia pastores, que passavam a noite nos campos, tomando conta do rebanho. Um anjo do Senhor apareceu aos pastores; a glória do Senhor os envolveu em luz, e eles ficaram com muito medo. Mas o anjo disse aos pastores: ‘Não tenham medo! Eu anuncio para vocês a Boa Notícia, que será uma grande alegria para todo o povo: hoje, na cidade de Davi, nasceu para vocês um Salvador, que é o Messias, o Senhor. Isto lhes servirá de sinal: vocês encontrarão um recém-nascido, envolto em faixas e deitado na manjedoura.’ De repente, juntou-se ao anjo uma grande multidão de anjos. Cantavam louvores a Deus, dizendo: ‘Glória a Deus no mais alto dos céus, e paz na terra aos homens por ele amados.’
Quando os anjos se afastaram, voltando para o céu, os pastores combinaram entre si: ‘Vamos a Belém, ver esse acontecimento que o Senhor nos revelou.’ Foram então, às pressas, e encontraram Maria e José, e o recém-nascido deitado na manjedoura. Tendo-o visto, contaram o que o anjo lhes anunciara sobre o menino. E todos os que ouviam os pastores, ficaram maravilhados com aquilo que contavam. Maria, porém, conservava todos esses fatos, e meditava sobre eles em seu coração. Os pastores voltaram, glorificando e louvando a Deus por tudo o que haviam visto e ouvido, conforme o anjo lhes tinha anunciado. (Lc2:8-20).

Esse é o tempo em que logo um novo ano nascerá do tempo de Cristo. Eu tenho fé perfeita em ti, no sentido de que farás tudo o que queres realizar. Nada estará faltando e tu farás com que seja completo e não destruirás. Dize, então, ao teu irmão:
Eu te dou ao Espírito Santo como parte de mim mesmo.
Eu sei que serás liberado, a não ser que eu queira usar-te para me aprisionar.
Em nome da minha liberdade eu escolho a tua liberação, porque reconheço que nós seremos liberados juntos.
Assim começará o ano em alegria e liberdade. Há muito a fazer e nós temos estado muito atrasados. Aceita o instante santo enquanto esse ano nasce e toma o teu lugar, por tanto tempo vago, no Grande Despertar. Faze com que esse ano seja diferente fazendo com que tudo seja o mesmo. E permite que todos os teus relacionamentos sejam santificados para ti. Essa é a nossa vontade. Amém. (UCEM-T-15.XI.10).

No começo a Palavra já existia:
a Palavra estava voltada para Deus,
e a Palavra era Deus.
No começo ela estava voltada para Deus.
Tudo foi feito por meio dela,
e, de tudo o que existe, nada foi feito sem ela.
Nela estava a vida, e a vida era a luz dos homens.
Essa luz brilha nas trevas,
as trevas não conseguiram apagá-la.
Apareceu um homem enviado por Deus, que se chamava João. Ele veio como testemunha, para dar testemunho da luz, a fim de que todos acreditassem por meio dele. Ele não era a luz, mas apenas a testemunha da luz. A luz verdadeira, aquela que ilumina todo homem, estava chegando ao mundo.
A Palavra estava no mundo,
o mundo foi feito por meio dela,
mas o mundo não a conheceu.
Ela veio para a sua casa,
mas os seus não a receberam.
Ela, porém, deu o poder de se tornarem filhos de Deus
a todos aqueles que a receberam,
isto é, àqueles que acreditam no seu nome.
Estes não nasceram do sangue, nem do impulso da carne, nem do desejo do homem, mas nasceram de Deus.
E a Palavra se fez homem
e habitou entre nós.
E nós contemplamos a sua glória:
glória do Filho único do Pai,
cheio de amor e fidelidade.
João dava testemunho dele, proclamando: ‘Este é aquele, a respeito de quem eu falei: aquele homem que vem depois de mim passou na minha frente, porque existia antes de mim.’
Porque da sua plenitude todos nós recebemos,
e um amor que corresponde ao seu amor.
Porque a Lei foi dada por Moisés, mas o amor e a fidelidade vieram através de Jesus Cristo. Ninguém jamais viu a Deus; quem nos revelou Deus foi o Filho único, que está junto ao Pai. (Jo1:1-18).

Posted in Geral | Etiquetado: , , , , , , , | 2 Comments »

UCEM – A Canção Da Oração C-1.in

Posted by José Eduardo Glaeser em 23/12/2010

CAPÍTULO 1
ORAÇÃO

1.in. Introdução
A oração é a maior dádiva com a qual Deus abençoou Seu Filho na sua criação. Já era então o que deve vir a ser: a única voz que o Criador e a criação compartilham; a canção que o Filho canta ao Pai, Que retorna os agradecimentos que ela Lhe oferece ao Filho. A harmonia é sem fim assim como também é sem fim o alegre acordo do amor que eles dão um ao outro para sempre. E nisso a criação é estendida. Deus agradece a Sua extensão em Seu Filho. O Seu Filho dá graças por sua criação na canção que ele cria em Nome de seu Pai. O amor que eles compartilham é o que todas as orações virão a ser através de toda a eternidade, quando o tempo tiver terminado. Pois tal ela era antes que o tempo parecesse existir.
Para ti que estás no tempo por pouco tempo, a oração toma a forma que mais se adapta as tuas necessidades. Tu só tens uma. O que Deus criou uno tem que reconhecer a própria unicidade e regozijar-se, pois o que as ilusões pareciam separar é uno para sempre na Mente de Deus. A oração agora tem que ser o meio pelo qual o Filho de Deus deixa para trás as metas e os interesses separados e se volta em santo contentamento para a verdade da união em seu Pai e nele mesmo.
Deita teus sonhos por terra, tu Filho santo de Deus, e erguendo-te como Deus te criou, dispensa os ídolos e lembra-te d’Ele. A oração irá sustentar-te agora e abençoar-te enquanto ergues o teu coração para Ele nessa canção ascendente que alcança o que é mais alto, e depois mais alto ainda, até que ambos o alto e o baixo tenham desaparecido. A fé na tua meta cintilante para os gramados do Céu e o porão da paz. Pois isso é oração e aqui está a salvação. Esse é o caminho. É a dádiva de Deus para ti.

Posted in Geral | Etiquetado: , , , | Leave a Comment »

Salmo 6

Posted by José Eduardo Glaeser em 23/12/2010

Deus liberta o aflito

Do mestre de canto. Com instrumentos de corda. Sobre a oitava. Salmo. De Davi.
Javé, não me castigues com tua ira, não me corrijas com teu furor!
Piedade, Javé, que eu desfaleço! Javé, cura-me, pois meus ossos tremem.
Todo o meu ser estremece… E tu, Javé, até quando?
Volta-te, Javé! Liberta-me! Salva-me, por teu amor!
Pois na morte ninguém se lembra de ti: quem te louvaria no túmulo?
Sinto-me esgotado de tanto gemer, e de noite eu choro na cama, banhando o meu leito com lágrimas.
Meus olhos se derretem de dor, envelhecem de tantas contradições.
Afastem-se de mim, malfeitores todos: Javé ouviu o meu soluço!
Javé ouviu o meu pedido. Javé acolheu a minha prece.
Envergonhem-se meus inimigos todos, retirem-se depressa, cheios de vergonha!

Posted in Geral | Etiquetado: , , , , , , , | Leave a Comment »

 
%d blogueiros gostam disto: