"A Casa Sobre A Rocha" (Mt5:24).

“O Amor é a Lei de Deus. Viveis para que aprendais a amar. Amais para que aprendais a viver. Nenhuma outra lição é exigida do homem.” (O Livro De Mirdad)

Uma Única Mente – Parte 17 de 20 – David Hoffmeister

Posted by José Eduardo Glaeser em 17/12/2010

UMA ÚNICA MENTE
Diálogos com David na Argentina – Parte 17

P: Você falou sobre atrair outros através da vibração. Você poderia explicar isso?
D: Quando eu encontro as pessoas eu freqüentemente sinto que eu as conheço há uma eternidade. Não é como um relacionamento deste mundo. Não temos que “por” as coisas “em dia” ou tentar preencher os espaços em branco porque nós nos reconhecemos. Reconhecer alguém significa que você o conhecia antes. Isso não tem nada a ver com a forma física, mas é um reconhecimento das vibrações. É como se antes de termos adormecidos, todos nós tivéssemos dado risadas e celebrado juntos e dito: eu te encontrarei. E então, quando parece que achamos um ao outro, nós regozijamos e damos risadas e dançamos, e perdemos a noção do tempo juntos. Então, esta comunidade de vibrações não tem fronteiras. Quando você se abre para esta vibração, todos são o seu querido amigo. Você não é o mantenedor do seu irmão – você é o seu irmão! E assim, de qualquer maneira que você trata os outros, assim você trata a si mesmo, e você sabe que é bom amor o seu Ser. O Amor é maravilhoso.

Você sabe que somos asas brilhantes de luz, unidos em Espírito?
E quando aprendemos a bater como uma só, nós voamos para casa, o céu.
Seguras e macias, meigas e fortes – as poderosas asas de Cristo.
(da música de Cristo “Mighty Wings”)

P: Nós sentimos que há uma grande necessidade de conhecer Jesus e se conectar de coração. É somente nós que sentimos desse jeito, ou você vê essa necessidade expressa em todos os lugares que você vai?
D: Conhecer Jesus é conhecer o seu Ser. Jesus é um bom assunto para entrar profundamente. É impossível chegar a conhecer o Jesus histórico porque o verdadeiro Jesus é a presença do EU SOU. Muitas pessoas têm resistência ao nome de Jesus e têm muitos problemas com ele. Alguns foram criados para temê-lo. Até Helen Shucman que transcreveu o Curso ficou com raiva de Jesus. Muito da sua poesia expressa sentimentos de abandono e rejeição, como se ela estivesse dizendo: Como você pôde me deixar aqui? Por outro lado são sentimentos para fazer com que Jesus seja especial, como se de alguma maneira ele fosse diferente de todos os outros. Uma das partes mais confusas de UCEM, para muitos estudantes, é quando Jesus diz: “Perdoe-me sua ilusões”. As pessoas me perguntam: Por que eu tenho que perdoar Jesus? Entre tantas pessoas, por que Jesus? Eu me vejo perdoando meu tio Fred ou minha tia Jane, meu pai, minha mãe, meus filhos, mas por que eu tenho que perdoar Jesus? O que Jesus quis dizer com isso é que devemos perdoar a ilusão. Ele quer dizer que você terá que perdoar o corpo. Você terá que perdoar o conceito da pessoa de Jesus. Você terá que perdoar os apóstolos. Você terá que perdoar todo o drama de 2.000 anos atrás. E enquanto você está nisso, você tem que perdoar toda a história. Em outras palavras, a idéia Cristo não é masculino ou feminino, e idéia Cristo nunca foi um corpo. Este é o passo final para aceitar a si mesmo como Cristo e envolve perdoar a pessoa de Jesus. Jesus nos encoraja a aceitar as lições: “Eu sou como Deus me criou.” “Eu sou Espírito.” “Eu não sou um corpo. Eu sou livre.” Então você fez uma pergunta muito boa sobre Jesus.
Muitos Cristãos querem ter um relacionamento pessoal com ele, e isso é como um passo no processo para eles. O que eles realmente querem é uma sensação de intimidade com Jesus, como se ele estivesse guiando-os em seus corações.

Eu vim para te confortar e ser o teu amigo amoroso,
Pegar a tua mão e caminhar contigo e te levar para casa outra vez.
(da Música de Cristo “Jesus’ Song”)

Mas à medida que você trabalha com Um Curso Em Milagres, você verá que todos os relacionamentos pessoais são desfeitos, e você é deixado em um relacionamento divino com o Criador – assim como Jesus, que disse: “Eu e o Pai somos um.” Deus não conhece pessoas. Até Jesus, quando ele estava em uma sessão de ensinamento se recusou a parar para falar com sua mãe. Ele continuou ensinando, dizendo “Quem é meu pai, mãe, irmã, irmão?” Sua mão apontando para todos no recinto: “Aquele que faz a Vontade do nosso Pai é meu pai, mãe, irmã, irmão.” Então, nenhuma pessoa era especial para Jesus. Ele viu que todos eram o Cristo.

A paz de Deus está brilhando em mim agora e brilha em você também.
Quando vemos a unidade da luz, lembramos do Cristo como o Ser.
(da Música de Cristo “Why Wait For Heaven?”)

http://www.global-miracles.net/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: