"A Casa Sobre A Rocha" (Mt5:24).

“O Amor é a Lei de Deus. Viveis para que aprendais a amar. Amais para que aprendais a viver. Nenhuma outra lição é exigida do homem.” (O Livro De Mirdad)

VISLUMBRE DA GRAÇA – A Mente e o Coração (David Hoffmeister)

Posted by José Eduardo Glaeser em 22/12/2010

É verdade que Tudo é Mente, Mente Divina. Não há nada “fora” ou “além da” Mente de Deus. A Mente como descrita em UCEM é o agente ativador do Espírito, e a Mente e o Espírito são Um. A mente adormecida parece ter esquecido da sua Realidade como Mente Divina. A mente adormecida acredita que ela está “na” matéria ou na carne, ela parece ter duas partes, e parece ser mortal e finita. Sendo assim, ela parece precisar responder a um Chamado de despertar ou “abrir seu coração” e aceitar a si mesma como Mente Imutavelmente Eterna. O coração, conforme eu uso o termo, é o sinônimo de desejo, ou o altar da mente. Quando o altar parece ser profanado ou conter alguma outra coisa “além de” Amor, a mente está fechada para o Amor, fechada para a experiência Dela Mesma como Mente Divina. Abrir o coração é perdoar ou olhar para depois do altar profanado junto com o Espírito Santo para a Luz interior e ver a Inocente Radiante Perfeição do Cristo. Um coração aberto é um outro modo de dizer “Bem aventurados são os puros de coração, pois verão a Deus.” Um Coração Puro e Mente Divina são o Mesmo, pois um altar limpo e aberto permite a Luz de Deus irradiar e se estender naturalmente. Assim é a Mente Divina. Assim é a Criação. Assim é a Pureza do Coração.
Distinções de cabeça/coração, pensamento/sentimento, intelecto/emoção são construções artificiais do ego, pois ainda implicam a dualidade. Sem dúvida os sentimentos despontam de qualquer que seja o sistema de pensamento com o qual a mente se alinha: Deus ou o ego, amor ou medo, pois num sentido simbólico (como se a separação realmente tivesse ocorrido) existem somente essas duas emoções. Abrir o coração para a Correção (pureza), desejar a Expiação acima de tudo, e desejar Somente Deus são todos modos de descrever o Portão de Entrada para a Lembrança de Deus. Cristo é um pensamento na Mente de Deus. Cristo é um Sentimento de Amor Perfeito na Mente de Deus. Portanto, Pensar e Sentir com Deus simplesmente é natural para Cristo, pois a Mente de Cristo é somente União. Na verdade, não existe dualidade, nenhuma divisão Mente/Coração.
A Mente é Tudo em Todos. Um Coração aberto conhece a Si Mesmo como Mente, como Um com Deus. Não há nenhuma dualidade na Mente Una, pois o Amor não tem oposto. Este é o significado de “Amor perfeito exclui o medo.” Somente o Amor permanece Eternamente Imutável. É também o significado de “Nada real pode ser ameaçado. Nada irreal existe. Nisso está a Paz de Deus.”
Agradeço a sua devoção ao Despertar, por abrir seu coração para a Mente de Deus. Eu te amo muito carinhosamente e para sempre.

Paz & Bênçãos.
David

http://www.global-miracles.net/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: