"A Casa Sobre A Rocha" (Mt5:24).

“O Amor é a Lei de Deus. Viveis para que aprendais a amar. Amais para que aprendais a viver. Nenhuma outra lição é exigida do homem.” (O Livro De Mirdad)

PORQUE ATUALMENTE EXISTEM TANTOS INIMIGOS DA FÉ? (01/02/2012) – AIKAO VIRTAA

Posted by José Eduardo Glaeser em 02/02/2012

by Aikao Virtaa

Os inimigos da fé nada querem saber da divindade, entretanto esses tais estão convictos da inexorabilidade das leis que governam a natureza, inclusive podem observar isso no dia a dia mundano. Por exemplo, um automóvel em bom estado começa a funcionar quando se aciona a ignição. O carro, com suas milhares de peças, funciona perfeitamente logo que o motor inicia seu funcionamento. Quem pode duvidar disso? A certeza é tanta que a maioria diz ter total convicção disso.
Com certeza não pode haver nem fé nem convicção no íntimo das almas ao ouvir predicas dominicais cheias de dogmas e afirmações ilógicas, sem nenhuma sustentação. As leis que a ciência descobriu, seja em cada fenômeno elétrico, químico, físico ou biológico presentes na natureza, são as mesmas leis que também atuam em seus próprios corpos de carne e osso. As leis naturais não falham. Haveria, por exemplo, como se esquivar da morte natural? Isso é impossível justamente por causa da imutabilidade das leis que imperam na natureza.
Na maioria dos casos os atuais inimigos da fé não cogitam que a mesma força que atua na natureza e que reconhecem sem constrangimento, é a mesmíssima que provém indiretamente da divindade, mas sob este aspecto não tem nenhuma fé. Existem até pessoas que afirmam acreditar em um Ser Superior, mas dizem que Jesus foi simplesmente um revolucionário de sua época que combatia a religião dos Judeus e chegam a duvidar que ele tenha sido um enviado da Luz, de tanto que as religiões ligaram seu nome com suas mentiras, seus marketings interesseiros, seus ilícitos escancarados, etc. Estudiosos honestos consigo mesmos, sejam cientistas ou não, são obrigados a afirmar que existe uma força desconhecida que atua sempre em todos os fenômenos naturais até agora estudados e compreendidos.
Muitos que não querem saber da fé religiosa não percebem a razão desse conflito. A fé, conforme é apresentada pelas religiões ou seitas, se choca com o conceito correto que algumas pessoas ainda tem dentro de si, um conceito elevado do Criador. Simplesmente se afastam sem aceitar aquilo que é ensinado ou exigido pelas Igrejas. Podem até frequentá-las eventualmente, mas sempre como sendo uma obrigação para não constranger aqueles familiares que tem a fé cega e que de vez em quando acompanham socialmente.
As forças da natureza sempre foram reconhecidas por diversos povos da antiguidade como potestades que se manifestam em toda a natureza como um reflexo da Força do Criador. A fé em Deus deveria se tornar convicção caso aplicassem a mesma fé que atualmente tem nos fenômenos naturais, basta admitir que ambas as convicções provém da mesma Força que atua inflexivelmente, em seguida devem passar a se aprofundar nesse assunto que é espiritual, até que encontrem as respostas às suas perguntas após um estudo mais profundo (Ver Mensagem do Graal, de Abdruschin).
As religiões atuais disseminam seus dogmas apenas a quem consente em se submeter voluntariamente pela fé cega, a exemplo da salvação gratuita, pregada durante milênios. Isso não quer dizer que não haja ensinamentos verdadeiros nas palavras de Jesus e outros valiosos ensinamentos constantes da Bíblia, desde que tais passagens não tenham sido modificadas por conveniência de seus respectivos mentores. O poder político-religioso que os mandatários das religiões exerceram por séculos e séculos manteve sua influência sempre através de dogmas e manipulação política para controlar seus interesses materiais e manter seu poderio terreno. Com isso cunharam tal conflito no íntimo de cada um que percebe todas as incoerências e passam a tomar a palavra fé como algo danoso, se afastando desse assunto e deixando de se espiritualizar.
Portanto quem fala em não ter nenhuma fé pode, sem dúvida, se sentir mais valioso do que aqueles que abraçaram a fé cega das Igrejas. Geralmente esses tais amam a natureza, as florestas, os animais e sempre os protegem com unhas e dentes, quando veem o homem materialista os ameaçar e destruir. E esses que ainda tem esse algo mais forte no seu íntimo devem buscar progresso nesses assuntos mais elevados para poder transformar a verdadeira fé que dormita dentro de si em plena convicção.

Aikao Virtaa, autor do livro O Calendário de Pedra da Grande Pirâmide do Egito – O Milenar Mistério Decifrado.

(SRC: LIBRARY)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: