"A Casa Sobre A Rocha" (Mt5:24).

“O Amor é a Lei de Deus. Viveis para que aprendais a amar. Amais para que aprendais a viver. Nenhuma outra lição é exigida do homem.” (O Livro De Mirdad)

JULGAR É MUITO FÁCIL. AMAR E ACOLHER NO ENTANTO… (MANOEL D. C.)

Posted by José Eduardo Glaeser em 11/11/2012

JULGAR É MUITO FÁCIL. AMAR E ACOLHER NO ENTANTO…
(MANOEL D. C.)

Estava navegando na net pesquisando material para enriquecer minha tese sobre a liberdade consciente, e nessa busca virtual, acabei quase sugado pelos buracos negros da intolerância, e pude assim novamente constatar como o inimigo é sutil e enreda alguns crentes na falsa ilusão de que só eles são detentores da verdade, e de que foi dada a eles carta branca para julgar e condenar sumariamente os outros, inclusive os da própria fé.
Qualquer semelhança com a mentalidade medieval reducionista da inquisição espanhola não é mera coincidência. Esses tais que denigrem a mais pura versão do Evangelho, ainda que se em última e remota instância tivessem um milésimo de razão fragmentada, deixariam logo de tê-la, pelo simples fato de suas obras e argumentos serem movidos pelo sectarismo e não pelo amor.
Existem pessoas intoleráveis e intolerantes no meio evangélico que não conseguem conviver com pensamentos diferentes dos seus. E se não pensam igual a eles, se não rezam na sua cartilha, não tem a mesma doutrina, liturgia, os jogam fora do Reino como maças podres, mal sabendo eles que podres são seus julgamentos malignos.
É o caso do site Discernimento Cristão, que de forma oposta ao seu nobre nome que evoca equilíbrio e liberdade de expressão, divulga no entanto, a mais dantesca visão exclusivista e sectária. Em determinados trechos das matérias ali expostas, chegam a condenar os pensamentos (não sei em nome do que, ou de quem, de Jesus é que não é… talvez movido por inveja ou por espírito de porfia) de cristãos consagrados e autores sérios da estirpe teológica de Larry Crabb, Brenning Manning, Philip Yancey, Rick Warrem, Ricardo Gondim, Caio Fabio, Rob Bell, Brian McLaren, e outros que tiveram coragem de descerrar caminhos novos para uma teologia prática e relevante, e com certeza, se ele me conhecesse me jogaria no inferno sem piedade também (AINDA BEM QUE ELE NÃO DECIDE NADA SOBRE DESTINOS E ETERNIDADE).
Acho perigosíssimo líderes despreparados assumirem liderança ou se arvorarem teólogos e botarem para escrever asneiras sem ter o mínimo de conhecimento epistemológico, exegético, hermenêutico e bíblico, e principalmente de liberdade de expressão, misericórdia e amor.
Detesto gente que argumenta na força de suas visões estreitas, achado que sua doutrina engessada é o mais absoluto padrão do pensamento de Deus, defendendo a La Don Quixote causas quiméricas, sem relevância algum para a vida que vale, sem ter noção nenhuma da graça inefável que agrega e jamais condena, do amor incondicional que acolhe, e jamais segrega. Exatamente como Jesus fez. E esse tal, longe de parecer com o Mestre que encarnou o Amor em sua plenitude, não está sendo motivado por esse amor inclusivo, sinto muito dizer, mas existe uma séria possibilidade desse sujeito estar mancomunado com aquele que julga, condena, fere, e intenta matar, roubar e destruir tudo o que Deus construiu de bom no Seu Reino.
Fora com estes!
Julgar e condenar é fácil, agora, amar como Jesus, é difícil, só mesmo adquirindo um novo coração…vivenciando a metanóia que gera o caráter de Cristo.

MANOEL DC

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: