"A Casa Sobre A Rocha" (Mt5:24).

“O Amor é a Lei de Deus. Viveis para que aprendais a amar. Amais para que aprendais a viver. Nenhuma outra lição é exigida do homem.” (O Livro De Mirdad)

NELE HABITA CORPORALMENTE A PLENITUDE DA DIVINDADE

Posted by José Eduardo Glaeser em 16/11/2018

“Quando o Filho do homem vier em sua glória, com todos os anjos, então, se assentará em seu trono na glória nos céus. Todas as nações serão reunidas diante dele, e Ele irá separar umas das outras, como o pastor separa os bodes das ovelhas. E posicionará as ovelhas à sua direita e os bodes à sua esquerda. Então, dirá o Rei a todos que estiverem à sua direita: ‘Vinde, abençoados de meu Pai! Recebei como herança o Reino, o qual vos foi preparado desde a fundação do mundo. Pois tive fome, e me destes de comer, tive sede, e me destes de beber; fui estrangeiro, e vós me acolhestes. Quando necessitei de roupas, vós me vestistes; estive enfermo, e vós me cuidastes; estive preso, e fostes visitar-me’. Então, os justos desejarão saber: ‘Mas, Senhor! Quando foi que te encontramos com fome e te demos de comer? Ou com sede e te saciamos? E quando te recebemos como estrangeiro e te hospedamos? Ou necessitado de roupas e te vestimos? Ou ainda, quando estiveste doente ou encarcerado e fomos ver-te?’. Então o Rei, esclarecendo-lhes responderá: ‘Com toda a certeza vos asseguro que, sempre que o fizestes para algum destes meus irmãos, mesmo que ao menor deles, a mim o fizestes’. Mas o Rei ordenará aos que estiverem à sua esquerda: ‘Malditos! Apartai-vos de mim. Ide para o fogo eterno, preparado para o Diabo e os seus anjos. Porquanto tive fome, e não me destes de comer; tive sede, e nada me destes de beber. Sendo estrangeiro, não me hospedastes; estando necessitado de roupas, não me vestistes; encontrando-me enfermo e aprisionado, não fostes visitar-me’. E eles também perguntarão: ‘Mas Senhor! Quando foi que te vimos com fome, sedento, estrangeiro, necessitado de roupas, doente ou preso e não te auxiliamos?’ Então o Rei lhes sentenciará: ‘Com toda a certeza vos asseguro que, sempre que o deixastes de fazer para algum destes meus irmãos, mesmo que ao menor deles, a mim o deixastes de fazer'” (Mt25:31-45)

“Entretanto, durante sua viagem, quando se aproximava de Damasco, subitamente uma intensa luz, vinda do céu, resplandeceu ao seu redor. Então, ele caiu por terra e ouviu uma voz que lhe afirmava: ‘Saul, Saul, por que me persegues?’ Ao que ele inquiriu: ‘Quem és, Senhor?’ E Ele disse: ‘Eu Sou Jesus, a quem tu persegues.” (At9:3-5)

“Pois somente em Cristo habita corporalmente toda a plenitude de Deus.” (Cl2:9)

Hoje aprendo a lei do amor: o que dou
ao meu irmão é a minha dádiva para mim.
Essa é a Tua lei, meu Pai, e não a minha. Eu não compreendia o que significava dar e pensava guardar o que desejava só para mim. E, ao olhar para o tesouro que pensei ter, achei um vazio onde não há nada, jamais houve e jamais haverá. Quem pode compartilhar um sonho? E o que uma ilusão pode me oferecer? No entanto, aquele que eu perdôo me dará dádivas muito além do valor de tudo na terra. que os meus irmãos perdoados encham as minhas reservas com os tesouros do Céu, os únicos que são reais. Assim é cumprida a lei do amor. E assim o Teu Filho se ergue e retorna a Ti.
Como estamos próximos um do outro ao caminharmos para Deus! Como Ele está perto de nós! Como estão próximos o fim do sonho do pecado e a redenção do Filho de Deus!” (E-pII.344)

“Ao aproximar-te de um irmão, tu te aproximas de mim e ao afastar-te dele, eu venho a estar distante para ti. A salvação é um empreendimento de colaboração. Não pode ser empreendida com sucesso por aqueles que se desengajam da Filiação, porque estão se desengajando de mim. Deus só virá a ti na proporção em que tu O deres a teus irmãos. Aprende primeiro com eles e estarás pronto para ouvir a Deus. Isso é assim porque a função do Amor é una.” (T-4.VI.8)

Porque o mandamento do amor a Deus e ao próximo cumpre toda lei e os profetas (as Escrituras Sagradas). Pois a humanidade é toda uma criação de Deus, portanto portadora da mesma essência, embora maculada por ilusões, impulsos falsos, erros, mas ainda assim é algo que Deus dedica todo seu amor. Por isso que o amor é a unica régua que podemos usar para medir o quanto alguém está próximo ou não de Deus. Os líderes religiosos que que mandaram matar Jesus, conheciam toda a lei de ponta a ponta, mas como não tinham o amor em seus corações, não O reconheceram, pois estavam cegos em suas interpretações da lei que era usada como uma ferramenta de controle e poder. enquanto que os humildes e até mesmo pagãos se deixaram tocar por sua vida e mensagem. Pois o homem é uma extensão de Deus em seu espírito, em sua parte mais interior pois a Bíblia diz na genealogia de Jesus de Lucas que Jesus é “filho de Sete, filho de Adão, filho de Deus.” (Lc3:38). Se vê aqui que está dito que Adão (e por tabela, a humanidade toda) é filho de Deus. Quando Paulo estava indo para Damasco para prender mais cristãos Jesus aparece a ele e não que Paulo está perseguindo seus seguidores, mas diz que uma perseguição a seus seguidores é uma preseguição a Ele mesmo, o que demonstra mais uma vez o ensino de que o homem é uma extensão de Deus, sendo em tese o corpo de Cristo, e se praticarmos as verdades do amor que Jesus nos legou, poderemos ver a divindade (através do Espírito Santo), habitando plenamente em nós.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: