Lei Cósmica E O Cristo Realizado – Joel Goldsmith

Lei Cósmica e o Cristo Realizado
Joel Goldsmith – Excertos do grupo de estudo de Kailua 1955

Agora, este é o ponto que será sobretudo o mais difícil — a realização de “saúde física ou doença física, o que importa?” Porque nessa realização virá a saúde espiritual.

Você encontrará que esta é a essência do capítulo, O Novo Horizonte, em “O Caminho Infinito”. E explicará também porque esse capítulo nunca foi escrito. Não foi nem escrito como as outras escritas são escritas. Veio de uma maneira inteiramente diferente. Chegou através de um sonho. Palavra por palavra como aparece no capítulo, ele veio em um sonho escrito em letras douradas, letras do Inglês Antigo sobre uma faixa de seda vermelha suspense no meu teto sobre a minha cama, e eu acordei do meu e encontrei essa faixa ainda lá. E eu fiz peguei lápis e papel de minha mesa de cabeceira e copiei a mensagem palavra por palavra, e então mais tarde vi esta faixa dobrar-se sozinha e desaparecer, e nunca reapareceu.

E este é o capítulo “O Novo Horizonte”. Esta é a maneira como veio.

E você perceberá que ele revela toda a experiência humana – quer dizer a boa experiência humana assim como a má experiência humana são uma ilusão – é um sonho. Mas não significa que este mundo é um sonho. Significa que este mundo do modo como nós o vemos é um sonho. E do momento que nosso interesse na harmonia física desaparece nós começamos então a perceber este universo como ele é.

Quando nós acordarmos nós o veremos como é e nós ficaremos satisfeitos com a sua aparência. Nós ficaremos felizes com o que nós virmos. Entretanto, somente quando nós depertarmos.

Agora, o despertar vem quando você pode perceber que a saúde é somente a outra extremidade da vara da saúde doente – que a riqueza é somente a extremidade oposta da vara da pobreza. Mas em algum lugar no reino espiritual deve haver uma consciência de nenhuma saúde e de nenhuma falta da saúde. Da mesma forma como eventualmente você verá no relacionamento com Deus, que Deus não é nenhum poder.

Primeiramente, Deus é um grande poder que supera poderes menores. Deus é o grade Espírito que supera o erro, o pecado, a doença, a morte, a pobreza e a limitação. Vem então o Segundo desdobramento na realization de Deus em que Deus é o único poder, e não supera nenhum outro poder porque não há nenhum outro poder a ser superado. Esta é a realização em que não há nenhuma verdade sobre o erra, nenhum Deus sobre o diabo, nenhum espírito sobre a matéria, nenhuma realidade sobre a irrealidade – uma vez que a realidade que é o Todo Infinito, estas outras coisas existem somente como crenás ilusórias e não como entidades ou identidades ou poderes. Isso é quando você percebe e realiza Deus como o Todo Infinito – o Ser, o Poder, a Lei Ah! Mas então você chega a uma realização ainda mais elevada de Deus em que você aprende que Deus não é nenhum poder. Por que Deus não é nenhum poder? Um poder deve sempre ser um poder sobre alguma coisa. Um poder deve sempre exercer-se dentro, através sobre… mas Deus não é tal coisa. Deus é um estado de Ser Divino. Deus é o estado — a infinidade de Ser Divino. Deus não é um poder porque não há nada para que o Deus seja um poder. Deus nem mesmo cria. Deus é uma infinidade do Ser que aparece como. Se Deus tivesse criado, deveria haver um momento da criação – provavelmente um lugar da criação, e então você teria Deus confinado no tepo e no espaço. Deus não esá confinado no tempo e no espaço. E conseqüentemente, Deus não está confinado à energia ou ao poder. Deus é É. Deus é Ser. Deus É, e isso é tudo que o Deus é.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s