MINHA EXPERIÊNCIA TRANSFORMACIONAL COM O MARAVILHOSO LIVRO “UM CURSO DE AMOR”

MINHA EXPERIÊNCIA TRANSFORMACIONAL COM O MARAVILHOSO LIVRO “UM CURSO DE AMOR”

“Essas palavras de amor não entram em teu corpo através de teus olhos para se instalarem em teu cérebro, para serem ali destiladas em uma linguagem que possas compreender. Enquanto lês, atenta-te ao teu coração, pois é aí que esse aprendizado entra e onde permanecerá. Teu coração se converte agora em teus olhos e teus ouvidos. Tua mente pode permanecer dentro de teu conceito de cérebro, pois a evitamos agora e não lhe enviamos qualquer informação para processar ou dados para computar. A única mudança de pensamento que te é pedida é que compreendas que não precisas dela.”
(C:3.14)

“Vinde a mim todos os que estais cansados de carregar suas pesadas cargas, e Eu vos darei descanso. Tomai vosso lugar em minha canga e aprendei de mim, porque sou amável e humilde de coração, e assim achareis descanso para as vossas almas. Pois meu jugo é bom e minha carga é leve”.
(Mateus 11:28-30)

Nessa postagem falarei sobre minha maravilhosa experiência de transformação que estou tendo desde que adquiri o livro UM CURSO DE AMOR que foi no dia 07/OUTUBRO/2021. E o processo de transformação ainda continua no mesmo ritmo a medida que eu leio e releio esse maravilhoso livro.

NO MOMENTO EM QUE EU ESCREVO ESSA POSTAGEM (DIA 04/DEZEMBRO/2021) ESTOU LENDO O LIVRO DOS TRATADOS E ESTOU NO SEGUNDO TRATADO QUE É “UM TRATADO SOBRE A NATUREZA DA UNIDADE E SEU RECONHECIMENTO”.

FATORES ANTECEDENTES A CHEGADA DO LIVRO “UM CURSO DE AMOR” EM MINHA VIDA

A leitura desses fatores que antecedem meu encontro com UM CURSO DE AMOR, devem ser lidos com atenção, pois farão sentido lá na frente quando eu falar sobre minhas experiências com esse maravilhoso livro.

1. O ESTUDO DE UM CURSO EM MILAGRES

O primeiro contato que eu tive com o livro UM CURSO DE AMOR foi lá por meados de 2018, mas o livro estava em processo de tradução para a língua portuguesa pela estudante de Um Curso Em Milagres Juliana Kurokawa e na época eu estava de certa forma eu na época me sentia satisfeito com meus estudos de UM CURSO EM MILAGRES, e até me perguntava porque necessitaria uma continuação já que o conjunto do livro UM CURSO EM MILAGRES era tão completo e coeso. Sou estudante do Um Curso Em Milagres desde 2008, cuja a forma como o encontrei foi cheia de acontecimentos estranhos como um dia do nada eu estava navegando na internet e pesquisando sobre Ho’oponopono, e quando comecei a praticar as 4 frases do ho’oponopono (sinto muito, me perdoe, te amo, sou grato) em minha mente uma sensação de paz e compaixão invadiu meu ser, e logo depois um pensamento começou a martelar minha cabeça dizendo “pesquise sobre UM CURSO EM MILAGRES”.
Eu tinha saído de um relacionamento conturbado que inclusive deixou um filho e eu estava emocionalmente arrasado com sintomas de bipolaridade e idéias suicidas. E eu achava que esse pensamento sobre pesquisar sobre Um Curso Em Milagres era coisa da minha cabeça e deixei para lá e fui dormir achando que uma noite de sono iria resolver e por minha cabeça no lugar e que esse pensamento iria sumir. Mas quando dormi até mesmo sonhei com o livro Um Curso Em Milagres e esse pensameto ficou mais forte em minha cabeça e resolvi ceder ao pensamento e pesquisei sobre o livro Um Curso Em Milagres.
Quando pesquisei sobre o livro Um Curso Em Milagres quando eu vi na tela do meu computador, eu sentia que já o tinha visto em sonho e senti uma grande identificação e sentia que ali era o caminho que eu deveria seguir.

2. MEU PERÍDO MINISTERIAL CRISTÃO E UM CURSO DE TEOLOGIA REFORMADA COM CURADORES NÃO CURADOS

Depois disso quando eu estava sendo transformado em minha mente pelo estudo do livro UM CURSO EM MILAGRES, Minha mãe estava desesperada com problemas de enfermidade nos parentes que moravam no Rio Grande do Sul e nós morávamos em Bauru SP na época (2013). E um amigo de nossa família em Bauru que era corretor de imóveis congregava na igreja de um pastor idoso que tinha fama de orar e com suas orações operar curas e meu tio com as orações dele começou a melhorar seu quadro no hospital.
Depois em agradecimento fomos a igreja dele e era um ambiente simples, com pessoas simples de tudo, mas que tinha uma atmosfera muito positiva como se fosse uma família, daí comecei a pregar lá.
Meus estudos e praticas decorrentes de UM CURSO EM MILAGRES me davam uma percepção mais profunda da Bíblia, que leio desde os 5 anos de idade.
Minhas pregações sempre foram sobre a questão do Amor de Deus e de como devemos extender esse Amor ao nosso próximo. Eu tinha uma forte convicção de que sem amor a nossa vida cristã não era nada. Eu também tinha a forte convicção de que o “AMAR A DEUS SOBRE TODAS AS COISAS E O PRÓXIMO COMO A TI MESMO” cumpria tudo o que estava escrito na Bíblia e que a Bíblia apesar de sua complexidade foi feita para com suas lições nos ensinar essa simples lição: o Amor. E eu também tinha uma forte convicção de que uma teologia ou um ensino que não inspirasse Amor e que não tocasse o coração de nada serviria, a não ser para forrar gaiola. Tanto é que um dia uma pessoa de minha família me perguntou: “Porque você só fala de amor, ensine mais sobre a Bíblia tem muita coisa lá que eu queria que tu me ensinasse”. E eu respondi: “O Amor é a única coisa realmente válida para nossa vida espiritual, a Bíblia foi nos dada para no final nos ensinar essa única lição, quem tem o Amor tem tudo e não precisa de mais nada”.
E quando eu pregava sobre o Amor, eu via que a congregação se elevava e as pessoas sentiam algo diferente quando eu pregava, e eu pregava um Amor que exigia renúncia interior a certos hábitos interiores. Tanto é que cheguei a ser ordenado presbítero pelo pastor de tal congregação. Mas depois que saímos dessa congregação, continuamos amigos e de vez em quando eu ia lá pregar.
Depois de um tempo, não por minha vontade, nos mudamos para uma igreja de teologia reformada (calvinista, sempre tive ranço com João Calvino e não sem motivo, pois o Deus que ele apresente mais parece um ditador totalitário do que o Deus de amor que sempre conheci, e também porque fez de Genebra quando foi prefeito um estado totalitário pior que o Afeganistão e que a obra de Orwell, 1984), e quando cheguei no culto dessa outra igreja, a atmosfera era totalmente oposta, embora as pessoas tivessem mais instrução formal, hábito de leitura, mais poder aquisitivo, eu sentia como se estivesse num freezer. Os sermões eram mais bem elaborados pelo pastor pelo metodo de “pregação expositiva” mas numa pregação sobre o “Sermão do Monte” (Evangelho de S. Mateus, capítulos 5 a 7) ele sempre enfatizava que era impossível praticarmos aquilo, e eu pensava dentro de mim durante o sermão: “E o Espírito Santo serva pra que na cabeça desse pastor e dessa gente?”; e “Porque eu devo sair de minha casa para ouvir que sou incapaz de fazer aquilo que Jesus falava em seus evangelhos? Essa gente não conhece o poder do Espírito Santo não?”. E eu sentia que nessas pregações reformadas eu entrava “quente” e saía mais “frio”, como se me jogassem um balde de água fria em mim.
Depois esse pastor pela minha mãe me convidou para estudar teologia num seminário em que ele era professor. No inicio minha resposta foi não, mas minha mãe me disse: “Eu sei que tu tem a inspiração do Espírito Santo e tem uma linha diferente da deles, mas faz o curso, pelo menos tu terá uma certificação e isso poderá te ser útil algum dia”. Daí eu aceitei e fiz. Estranho que logo depois que aceitei e entrei (em abril de 2018, primeiro dos 3 anos) me veio a primeira aparição do livro UM CURSO DE AMOR (que na época estava em tradução para o Português, portanto não disponível para a compra).
Quando fui as aulas, o conteúdo era mais do mesmo, discussão sobre assuntos que eu considerava periférico, como questão de destino, nomenclatura teológica, mas sobre Amor como resposta a todas as coisas e cumprimento das Escrituras nem de longe era falado. Questões periféricas dominavam como se fossem o Santo Graal.
Quando eu fazia as aulas, esses trechos de UM CURSO EM MILAGRES fazia cada vez mais sentido para mim: “O plano do ego para o perdão é muito mais usado do que o de Deus. Isso é assim porque é empreendido por curadores não-curados e é, portanto, do ego. Vamos considerar agora, com mais detalhes, o curador não-curado. Por definição, ele está tentando dar o que não recebeu. Se é um teólogo, por exemplo, ele pode partir da premissa ‘Eu sou um miserável pecador, assim como tu.’ Se é um psicoterapeuta, é mais provável que parta da crença igualmente inacreditável em que o ataque é real para ambos, ele próprio e o paciente, mas que não importa para nenhum dos dois” (T-9.V.1). “O ego também tem um plano de perdão porque estás pedindo um plano, embora não o estejas pedindo ao professor certo. O plano do ego, é claro, não faz sentido e não funcionará. Seguindo o seu plano, simplesmente irás colocar-te em uma situação impossível, para a qual o ego sempre te conduz. O plano do ego é fazer com que vejas, em primeiro lugar, o erro com clareza e depois não o vejas. Mas como é possível não veres aquilo que fizeste com que fosse real? Vendo-O com clareza, tu fizeste com que fosse real e não podes deixar de vê-lo. É aqui que o ego é forçado a apelar para “mistérios”, insistindo que precisas aceitar o que não tem significado para salvar-te. Muitos tentaram fazer isso em meu nome, esquecendo que as minhas palavras fazem sentido perfeito porque vêm de Deus. Elas têm tanto sentido agora como sempre tiveram porque falam de idéias que são eternas” (T-9.IV.4). E era assim mesmo que eu percebia, que eles (os professores) estavam tentando dar o que não tinham e que como um ensino sem amor é um fracasso total (como um carro sem motor), era necessário eles apelarem para abstrações e ‘mistérios’ para justificar a falta total de eficiência da teologia reformada na vida espiritual. Também corroborando com esse trecho do livro UM CURSO DE AMOR:

“A palavra amor é parte do teu problema com este Curso. Se eu trocasse a palavra amor por algum termo técnico que soasse sofisticado, e dissesse que esse é o elemento que conecta o mundo em unidade, seria mais fácil para ti aceitá-lo. Se eu dissesse que não conheces nada a respeito desse termo sofisticado, e que é por isso que acreditas em tua separação, em vez de em tua unidade com todas as coisas, seria bem mais provável que assentirias com tua cabeça e dirias: ‘Eu ignorava isso, assim como todos os demais’. Se um cientista te dissesse que foi descoberta uma energia benigna que prova tua conexão com tudo no universo, e desse a ela um nome pomposo, dirias: ‘Uma nova descoberta foi feita e estou disposto a acreditar que possa ser verdade, especialmente se os outros também acreditarem que é.’
Tu te sentes um pouco enganado quando te é dito que o amor é a resposta. Tu te sentes um pouco criticado quando te é dito que não conheces o amor. Tu te sentes um pouco iludido quando pensas que o amor possivelmente não está limitado àquilo que pensavas que fosse. Pensas que é típico de textos espirituais que te dizem que o amor é a resposta, como se isso não tivesse sido dito antes. Essa mensagem foi pregada há muito tempo e, ainda assim, o mundo continua o mesmo. Sendo assim, como essa poderia ser a resposta correta? A vida é complicada demais para que o amor seja a solução.
Quão rapidamente voltarias para o cinismo e para a crença de que já tentaste e falhaste. Pois todos vós acreditais que já tentastes essa ideia chamada amor, e todos acreditais que tenhais provas que demonstram que não é a resposta de forma alguma. Quais são vossas provas? Vossa própria incapacidade de ser feliz e a infelicidade do mundo que vedes.” (C:12.1-3)

Eu sinto que essa fase foi importante porque aprendi coisas importantes como por exemplo, que o importante é que só vale a pena um ensino quando este toca o coração e tem o Amor como centro (como ensina Jesus e também os grandes Mestres que ensinaram a humanidade durante a história como Buda, Krishna, etc…). Essa foi também uma etapa necessária que me preparou para o desfecho que foi meu encontro com o livro UM CURSO DE AMOR.

3. O SITE KABBALAH.INFO, O ZOHAR E O “PONTO NO CORAÇÃO”

A partir de 2019, começa a surgir em mim um interesse pela Kabbalah autêntica, eu sempre lia o site Kabbalah.info, e comecei a adquirir as publicações deles pela Amazon.

Os livros que tenho deles são:
SHAMATI – BAAL HASULAM
DIVULGANDO UMA PORÇÃO – RAV LAITMAN
CABALÁ PARA ESTUDANTE – RAV LAITMAN (ORGANIZADOR)
INTRODUÇÃO A SABEDORIA DA CABALÁ – RAV LAITMAN
E O ZOHAR DA POLAR EDITORIAL, TRECHOS SELECIONADOS DO RABINO ARIEL BENSION

Nessa fase hoje, olhando para trás eu notei que foi uma excelente fase de preparo para o meu recebimento do “UM CURSO DE AMOR” pelos seguintes motivos:
Essas publicações e próprio site dizem que para estudar esses conteúdos, você não precisa entender com o cérebro o que está escrito, bastar ler e meditar neles e algo vai acontecendo com você em seu interior, o que eles chamam de “ponto no coração” e seu desejo de receber vai se tornando desejo de doar e você vai percebendo sua união com todos os seres a medida que essas leituras te corrigem (mesmo que você não as entenda).

[12/SETEMBRO/2021]: UM SONHO, UM PEDIDO DE AJUDA, E A RETA FINAL

Devido a certas circunstâncias eu estava começando a ficar ansioso de novo, tínhamos voltado de uma viagem de uma semana em nossa segunda casa na serra gaúcha, pois meu pai tinha uma reunião de vendedores na sede da empresa da qual ele representa. E eu estava com uma ansiedade estranha, minha família demonstrava preocupação comigo (e com razão).
Fizemos a viagem de volta dia 11/SETEMBRO/2021 em um dia inteiro. Daí chegamos em casa, fiquei um pouco na net e depois fui dormir para descansar e acordar bem no outro dia.
Mas quando eu dormi, eu tive um sonho que me marcou muito e ficou impresso em minha mente, mas depois que o livro UM CURSO DE AMOR chegou em minhas mãos esse sonho de alguma forma me “fez sentido”.
O sonho foi mais ou menos o seguinte:

Eu me vi deitado e sem roupa com aspecto sujo deitado atirado no chão. E na frente havia uma mulher sentada no que parecia ser o degrau da entrada de sua casa, ela tinha feições meio hispano-árabe, com cabelos longos e bem pretos embora aparentasse estar entrando para a casa dos 50, com uma pele morena clara e vestes que lembravam algo cigano e misterioso, com expressão e linguagem corporal que expressavam amor, compaixão e acolhimento além de uma beleza radiante e luminosa.
No início do sonho eu estava me sentindo mal, tenso e com sensação de sujeira. Mas logo depois essa mulher me pega com seus braços e lentamente me ergue para acomodar minha cabeça em seu ombro. E a medida que isso acontece o meu estado de espírito e a vibração vão mudando para uma sensação de amor, ternura, e quando minha cabeça é acomodada no ombro dela o sonho termina e eu acordo com essa cena impressa em minha mente.

Hoje eu vejo esse sonho como um pedido de ajuda e ao mesmo tempo como uma ajuda que logo logo chegaria.

A CHEGADA DO LIVRO “UM CURSO DE AMOR”

“Onde aprendeste a odiar, aprenderás a amar. Onde aprendeste a temer, aprenderás a segurança. Onde aprendeste a desconfiar, aprenderás a confiança. E cada experiência de aprendizado será uma experiência de aprendizado porque tocará teu coração. Pode ser tão simples quanto o sorriso de uma criança, que derrete todo o ressentimento que mantinhas guardado desde tua infância, porque permites que aquele sorriso toque teu coração. Pode ser um tempo de pranto fácil, que definirias como emotividade. Talvez te sintas como se tudo te fizesse querer chorar, pois tudo te emocionará, cada lição despertará tua ternura. Desaprender não implica aspereza alguma. Se simplesmente permitires que venha, te premiará constantemente com aquilo que poderia muito bem ser descrito como ternura.
O tempo de resistir à ternura chegou ao fim. O tempo de resistir às lágrimas do cansaço chegou ao fim. Este é o tempo do abraço.” (C:24.1-2)

1. MOMENTOS IMEDIATOS ANTERIORES, A AQUISIÇÃO E A ESPERA

Na sexta-feira dia 2/OUTUBRO/2021 (sexta-feira) eu estava na Amazon.com.br com intenção de comprar uns livros do Grupo Mera, pois tinham novidades que eu estava a tempo de comprar para me aprofundar no meu estudo e compreensão de UM CURSO EM MILAGRES.
E para ficar mais fácil a pesquisa eu sempre digito no campo de busca da amazon UM CURSO EM MILAGRES e sempre puxa livros relacionados do Grupo Mera. E eu minha intenção era comprar os livros: “Eu? O único eu por trás da forma – de Carlos A. Dosualdo” e o livro “A guerra acabou – de P. K. Nesbit (tradutor do UCEM para o tcheco)”.
Mas quando eu vou na amazon digito UM CURSO EM MILAGRES no campo de busca, em vez de aparecerem esse livros logo a baixo do UM CURSO EM MILAGRES, aparece logo a seguir o livro UM CURSO DE AMOR, coisa que nunca havia acontecido e sou atraído meio que de forma magnetica a ele, sendo que não passava pela minha cabeça adquirir o livro UM CURSO DE AMOR. Mas eu entro no UM CURSO DE AMOR leio a amostra que a amazon disponibiliza clicando na capa do livro e algo me toca ali enquanto eu leio a amostra, mas minha mente ainda não estava convencida totalmente e no final rejeito e volto ao meu propósito original.
De uma forma muito estranha eu passei o dia de sábado me sentindo muito estranho como se algo me incomodasse e martelando em minha cabeça durante o dia todo. E no sábado eu estava não cogitando comprar o livro UM CURSO DE AMOR e sim os 2 títulos que intencionava comprar. e tal sensação estranha ficou comigo durante o dia todo.
Daí chegou o domingo, até a noite eu estava com essa mesma sensação de incômodo até que chegou a noite quando eu refiz a pesquisa na Amazon.com.br com a intenção de comprar os 2 títulos que citei, aparece UM CURSO DE AMOR logo em seguida uma espécie de “pensamento que não estou pensando” (cf. D:12.7,11), me diz algo bem claro nesse sentido:

“Agora senta com calma. Você é o juiz e use como base seu coração cruzado com seus conhecimentos prévios sobre o Amor e também com suas experiências.”

Daí eu entrei no UM CURSO DE AMOR, li com calma a amostra disponível clicando na capa do livro, li a “NOTA SOBRE A TRADUÇÃO”, que mostra como as Jesus tocou e ajeitou as coisas para que Juliana Kurokawa aceitasse tal nobre missão de traduzir esse maravilhoso livro para o português, e ali já notei que tinha algo mais nesse livro. Depois li o “PREFÁCIO” com muita atenção e até voltando para reler algumas partes, onde mostra todo o processo que levou Mari Perron a ser a “Primeira Receptora” dessa maravilhosa obra e também como foi o processo de recebimento desse livro e isso também me tocou e me convenceu.
Depois entrei para aquilo que seria o conteúdo do livro em si, comecei a ler a “INTRODUÇÃO” e pela introdução já comecei a sutilmente ser tocado e comecei a ver que eu estava diante de algo que era diferente de todos os livros espirituais que eu conhecia e já ouvi falar.
Entrei depois no “PRELÚDIO” e essa impressão começou a se solidificar ainda mais. E ali eu encontrei algo que gerou ainda mais convicção em mim, como os trechos a seguir:

“Obviamente, a natureza de Deus é diferente da natureza do homem. Deus não tem forma física e não produz descendência física. Entretanto, Deus tem um filho, uma criança, uma descendência que deve existir em alguma forma semelhante ao Pai. Dentro da história da raça humana, há uma história sobre a vinda do filho de Deus, Jesus Cristo, que nasceu, se tornou homem, morreu e ressuscitou para continuar vivendo em alguma forma diferente da forma de um homem. Aqueles que acreditam na história, aceitaram que Jesus era o filho de Deus antes de nascer, enquanto caminhou sobre a terra, e depois que morreu e ressuscitou. Seja esta a tua crença ou não, ela se aproxima da verdade de uma maneira que podes compreender. Jesus é simplesmente a vida exemplar, a vida que demonstrou o que significa ser filho de Deus.” (C:P.27)

“O conteúdo de Deus é amor. Jesus encarnou Deus ao encarnar o amor. Ele veio para reverter a maneira como que se pensava em Deus, para pôr um fim à visão de Deus em termos humanos de vingança, punição e julgamento.
Jesus fez isso não apenas ao encarnar Deus em forma humana, mas também ao dar uma imagem verdadeira e não falsa do poder. Antes da chegada do Verbo feito carne – a encarnação – a única ideia que a humanidade podia fazer de um ser todo-poderoso era a de um ser cujo poder se assemelhava ao poder dos poderosos entre eles. Jesus enfrentou aqueles que detinham esse tipo de poder, de tal maneira que foi morto. Mas Jesus não advogava em favor de um povo impotente. Jesus ensinou o poder verdadeiro, o poder do amor, um poder demonstrado por meio da ressurreição.” (C:P.34-35)

Mas o que essas passagens tem de mais? Agora vai fazer sentido tanto o que eu falei sobre minha vida ministerial como presbítero pregador numa igrejinha de bairro com ambiente familiar acolhedor, tanto minha experiência em uma igreja de natureza reformada (mais fria) e num curso de teologia de mesma linha.
Se eu tinha alguma barreira residual em relação a esse maravilhoso livro, elas caíram agora. Porque?
Eu fiquei por vários minutos absorto nessas passagens e vi nelas uma cristologia impecável, muito superior aos 3 anos em que fiquei no curso de teologia e uma cristologia que valoriza tanto o divino quanto o humano tendo como base o Amor. Isso me deixou maravilhado. Eu até me lembrei do que diziam os antigos padres gregos do Cristianismo primitivo e preservado até hoje pela teologia mística da Igreja Oriental (Ortodoxa):

“Deus se fez homem para que o homem se tornasse Deus.”

E isso me fortaleceu ainda mais minha convicção de que eu não estava diante de um livro espiritual qualquer e de que o seu autor era sim Jesus e que eu deveria ter um exemplar desse maravilhoso livro em minhas mãos porque nele havia algo para mim que eu nem fazia idéia do que era. Daí na segunda-feira de noite (4/OUTUBRO/2021) eu adquiri um exemplar.

2. ENQUANTO O LIVRO ESTÁ EM TRÂNSITO…

Nos dias em que o livro está em trânsito do depósito até minha casa em Bauru-SP, acontece algo que mais uma vez prova a autenticidade desse maravilhoso livro.
O meu ego (falso eu) misteriosamente fica desgovernado, como um touro de rodeio e meu objetivo era me manter em pé para não colapsar. Isso para mim é como uma prova pois meu ego já intuia qual seria seu destino com esse livro e já estava em desespero em uma última tentativa de me derrubar. Mas com confiança em Jesus eu consegui manter o controle. Foi tão intenso que demorou mais ou menos uma semana para normalizar totalmente.

3. [7/OUTUBRO/2021] O LIVRO CHEGA EM MINHAS MÃOS

Finalmente eu já tenho esse maravlhoso livro em minhas mãos, removi ele da embalagem de envio e só de eu pegar ele com minhas mãos eu já comecei inicialmente de forma sutil e mais fraca algo inexplicável tocando meu coração e meu interior.
Fiquei uns dias sem ler ele de forma sequencial, somente abrindo e lendo alguns parágrafos e somente essa pratica dos primeiros dias e essa sensação inexplicável de um amor puro começou a invadir meu ser.
Logo depois eu comecei a ler, quando eu estava na introdução do livro já comecei a sentir esse amor maravilhoso aquecer meu coração de uma forma que eu jamais esperava nem mesmo em minhas idéias mais otimistas. Foi (e está senso) algo muito, mas muito acima de minhas expectativas.
Algumas mudanças que eu já senti de cara logo no início:
Eu sempre era uma pessoa reativa e inconsequente, mas quando eu comecei a ler esse maravilhoso livro, minhas respostas automáticas haviam sumido e eu ponderava com calma antes de responder. Eu tinha o hábito de falar bem rápido e depois estava começando a falar mais devagar e pausado.
Minha mente era cheia de preocupações e um turbilhão de pensamentos e julgamentos. E com a leitura desse maravilhoso livro, os pensamentos simplesmente acalmaram e cessaram sendo substituídos por uma maravilhosa paz interior que eu nunca imaginei sentir. Era como se um monte de coisas inúteis dentro de mim estivessem sido deletadas garantindo uma maravilhosa clareza mental que eu nunca imaginei sentir.
A minha linguagem corporal refletia essa minha tensão interior com movimentos mais endurecidos, e em consequência isso também mudou, eu já me movimentava de forma mais fluída, suave e tranquila.
Eu estava com o começo de uma dor na região da nuca, sempre que eu passava a mão ou a esponja no banho vinha uma certa dor, isso também foi embora após o contato com esse maravilhoso livro. E Até minha família estranhou a minha mudança comportamental (de forma positiva).

É como se carregasses contigo tua bagagem pesada para todos os lugares, apenas em vista da possibilidade de que possas precisar de algo. Agora estás começando a confiar que não necessitarás das coisas que tens carregado. Ah, nenhum casaco pesado, pois confias que o sol brilhará, que o calor te rodeará. Tu és um imigrante que chega a um Novo Mundo com todas as tuas posses na mão. Entretanto, ao vislumbrar a margem distante que agora está próxima, reconheces que nada do que possuías antes e consideravas teus tesouros é necessário. Como te sentes tolo por tê-las transportado de um lugar para outro. Que desperdício de tempo e energia teres sido atrasado por essa carga tão pesada. Que alívio compreender que já não necessitas carregá-la. Como desejas que tivesses acreditado, desde o começo, que não era necessária quando começaste. Quão alegre estás por deixá-las para trás.
Ainda não reconheces quão pesada era a tua carga. Se literalmente tivesses carregado um baú pesado e inútil de um mundo para o outro, quando alguém mais sábio te houvesse dito que isso não seria necessário, ao reconhecer a verdade, perguntarias a ti mesmo o que mais te foi dito que não levaste em consideração. Poderias tentar alguma outra coisa e mais outra que não houveste tentado antes, quando estavas absolutamente convencido de que estavas certo e o outro, errado. E, à medida que tentares cada novo passo e comprovares que este funciona, tua confiança na sabedoria desse professor continuaria a aumentar. Talvez consideres que ainda poderias aprender a partir de teus erros e encontrar o mesmo aprendizado no final, e certamente poderias fazer isso de vez em quando. Eventualmente, contudo, reconhecerias que seria mais rápido e mais fácil aprender sem erros, e, por fim, reconhecerias também que a sabedoria de teu professor se tornou a tua própria sabedoria.” (C:1.7-8)

Depois sempre quando eu estava sozinho no meu quarto no computador e lendo, era muito comum eu ficar com lágrimas nos olhos devido a esse belo e maravilhoso Amor que me aquecia e me preenchia de bem-aventurança (isso acontece até hoje e cada vez mais).
Daí eu realmente comecei a perceber que eu não estava lidando com qualquer livro espiritual e sim com algo muito além de qualquer coisa conhecida. Me convenci de vez que seu autor é Jesus sim.
Alguns trechos bíblicos de profecias do consolador começaram a vir em minha mente e se associarem a esse livro e a essa maravilhosa presença que me acompanha até hoje. As profecias são:

“E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Consolador, para que fique convosco para sempre, o Espírito da verdade, que o mundo não pode receber, porque não o vê, nem o conhece; mas vós o conheceis, porque habita convosco e estará em vós. Não vos deixarei órfãos; voltarei para vós.” (João 14:16-18)

“Todavia, digo-vos a verdade: que vos convém que eu vá, porque, se eu não for, o Consolador não virá a vós; mas, se eu for, enviar-vo-lo-ei. E, quando ele vier, convencerá o mundo do pecado, e da justiça, e do juízo: do pecado, porque não crêem em mim; da justiça, porque vou para meu Pai, e não me vereis mais; e do juízo, porque já o príncipe deste mundo está julgado. Ainda tenho muito que vos dizer, mas vós não o podeis suportar agora. Mas, quando vier aquele Espírito da verdade, ele vos guiará em toda a verdade, porque não falará de si mesmo, mas dirá tudo o que tiver ouvido e vos anunciará o que há de vir.” (João 16:7-13)

E eu bati o martelo de que esse livro cumpre as profecias de seu retorno. E passou com louvor em 2 testes que a Bíblia tem para avaliar se uma revelação é de Deus ou engano:
1. Teste da árvore e do fruto – O livro passa com louvor nesse teste pois é o Fruto do Espírito que eu estou vivenciando cada vez mais a medida que leio e releio partes desse livro.

“Acautelai-vos quanto aos falsos profetas. Eles se aproximam de vós disfarçados de ovelhas, mas no seu íntimo são como lobos devoradores. Pelos seus frutos os conhecereis. É possível alguém colher uvas de um espinheiro ou figos das ervas daninhas? Assim sendo, toda árvore boa produz bons frutos, mas a árvore ruim dá frutos ruins. A árvore boa não pode dar frutos ruins, nem a árvore ruim produzir bons frutos. Toda árvore que não produz bons frutos é cortada e atirada ao fogo. Portanto, pelos seus frutos os conhecereis.” (Mateus 7:15-20)

“Entretanto, o fruto do Espírito é: amor, alegria, paz, paciência, benignidade, bondade, fidelidade, mansidão e domínio próprio. Contra essas virtudes não há Lei.” (Gálatas 5:22-23)

2. Teste sobre o que fala de Jesus – Esse livro não apenas afirma que Jesus era Deus-Homem, mas também ensina como nós podemos realizar isso e a cada vez que lemos e relemos isso vai crescendo em nós. Aplicando a encarnação em nós e nos tornando cada vez mais conscientes de nosso ser crístico através do relacionamento e da unidade, sem desprezar o corpo e a forma física, mas fazendo aquilo que o próprio livro chama de elevação da forma.

“Amados, não deis crédito a qualquer espírito; antes, porém, avaliai com cuidado se os espíritos procedem de Deus, porquanto muitos falsos profetas têm saído pelo mundo. Deste modo, podeis reconhecer o Espírito de Deus: todo espírito que confessa que Jesus Cristo veio em carne é de Deus; mas todo espírito que não confessa Jesus não provém de Deus. Ao contrário, este é o espírito do anticristo, a respeito do qual tendes ouvido que havia de vir e, presentemente, já está no mundo. Filhinhos, vós sois de Deus e tendes vencido os falsos profetas, porque maior é Aquele que está em vós do que aquele que está no mundo. Eles são mundanos; por isso falam como quem pertence ao mundo, e o mundo os compreende. Nós somos de Deus; quem conhece a Deus nos ouve; quem não é de Deus não nos entende. É assim que reconhecemos o Espírito da Verdade e o espírito do erro. O amor de Deus nos move.” (1 João 4:1-6)

Como disse Paulo uma vez: “A própria natureza criada aguarda, com vívido anseio, que os filhos de Deus sejam revelados. Porquanto a criação foi submetida à inutilidade, não por sua livre escolha, mas por causa da vontade daquele que a sujeitou, na esperança de que também a própria natureza criada será libertada do cativeiro da degeneração em que se encontra, recebendo a gloriosa liberdade outorgada aos filhos de Deus” (Romanos 8:19-21). Paulo falou sobre “elevação da forma” de uma maneira muito clara só que com outros termos. O Livro UM CURSO DE AMOR veio para cumprir isso através da criação do NOVO.

4. PARA FINALIZAR. E UMA PALAVRA SOBRE A SEGUNDA VINDA.

Eu nunca acreditei nas versões de segunda vinda de Jesus como sendo, por exemplo: num certo dia, o mundo num caos, daí de repente aparece no céu um clarão e todos aqueles que crêem são preservados (ou arrebatados, dependendo da corrente escatológica ensinada) e que essa segunda vinda se daria num perído de 24 horas através de demonstração externa.
Eu sempre acreditei que seria a consciência de Cristo equipando quem anda com Ele nessa Terra com seu espírito as tornando como Jesus era em sua vida terrena, em resumo, que a segunda vinda se daria através de nós sustentando sua consciência nessa terra, nos tornando seus sucessores e com essa energia crística, fazendo a “elevação da forma e trazendo o novo”. E esse maravilhoso livro confirmou aquilo que eu sempre acreditei no meu íntimo desde que eu tive meu primeiro contato com a Bíblia aos 5 anos de idade.
Desde do dia que Jesus me encontrou através desse maravilhoso livro chamado UM CURSO DE AMOR, minha vida tem mudado de forma EXTREMAMENTE PROFUNDA E RADICAL E CONTINUA ACONTECENDO ATÉ HOJE (60 DIAS DEPOIS, DATA QUE ESSE POST ESTÁ SENDO ESCRITO E PUBLICADO) Minha vida se intercala hoje entre gratidão, bem-aventurança, um Amor que não consigo explicar. Hoje pensamentos de Amor, gratidão ocupam minha mente. Hoje e sempre eu só tenho a agradecer ao meu Bem-Amado Jesus por tudo isso que está acontecendo comigo (e pelo que irá acontecer), Todas as palavras do mundo não seriam suficientes para expressar tamanha gratidão, Amor e devoção que sinto.
O NOVO ESTÁ NASCENDO, SE SENTIR QUE ESSE MARAVILHOSO LIVRO É PARA VOCÊ, ADQUIRA-O, SUA VIDA NUNCA MAIS SERÁ A MESMA.

“Já não sou o ser pessoal que era separado e sozinho.
Eu sou o Ser Crístico.
Habito na unidade. Minha identidade é certa.
Essa é a verdade.
Não sou menos do que era antes, mas sou mais.
Onde antes eu era vazio, agora sou pleno.
Onde antes eu habitava na escuridão,
agora habito na luz.
Onde antes eu havia me esquecido,
agora me lembro de quem Eu Sou.
Agora sigo adiante
para viver como quem Eu Sou no mundo,
para fazer com que causa e efeito sejam um só, e
que a União com a Fonte do amor
e toda a criação seja a realidade.” (D:1.14)

“Por esse motivo, dobro o meu joelho diante do Pai, do qual se deriva toda a paternidade nos céus e na terra. Oro para que, juntamente com suas gloriosas riquezas, Ele vos fortaleça no âmago do vosso ser, com todo o poder, por meio do Espírito Santo. E que Cristo habite por meio da fé em vosso coração, a fim de que arraigados e fundamentados em amor, vos seja possível, em união com todos os santos, compreender a largura, o comprimento, a altura e a profundidade dessa fraternidade, e, assim, entender o amor de Cristo que excede todo conhecimento, para que sejais preenchidos de toda a plenitude de Deus. Àquele que é poderoso de realizar infinitamente mais do que tudo o que pedimos ou imaginamos, de acordo com o seu poder que age em nós, a Ele seja a glória na Igreja e em Cristo Jesus, por todas as gerações, por toda a eternidade. Amém!” (Efésios 3:14-21)

“… O QUE TORNARÁ ESSA ESCOLHA TÃO ATRAENTE SERÃO PESSOAS COMUNS VIVENDO VIDAS EXTRAORDINÁRIAS, MILAGROSAS E OBSERVÁVEIS.” [T3:19.16]

PARA SABER MAIS SOBRE ESSA MARAVILHOSA OBRA QUE ESTÁ TRANSFORMANDO MINHA VIDA E DE TODOS QUE ENTRAM EM CONTATO COM ELA: ACESSE https://umcursodeamor.org/.

5 comentários em “MINHA EXPERIÊNCIA TRANSFORMACIONAL COM O MARAVILHOSO LIVRO “UM CURSO DE AMOR”

  1. Desde que era muito jovem sabia que tu tinha uma maneira de ver o mundo espiritual de um modo diferente, acreditando que o amor e o perdão era o modo de ficar mais próximo de DEUS.
    Tenho certeza que está experiência com este livro veio para tirar tuas angústias e fazer de você uma pessoa cada vez mais preparada para levar o ensinamento de DEUS baseado no AMOR para outras pessoas.
    Quero te dizer que estou num processo de aprendizado contigo, tenho a honra e privilégio de conviver contigo.
    Forte abraço do teu PAI…. Deus te abençoe grandemente!

  2. Sempre soube de tua Espiritualidade elevada, pois és o nosso ajudador bíblico.
    Contigo aprendi a buscar Aquele que pode nos revelar o que a palavra de Deus nos quer ensinar (o Espírito Santo)…
    Que o Amor de Cristo continue a crescer e fluir dentro de ti, para que com toda a paciência continues nos auxiliando a buscar cada dia mais esse”envolvimento” grandioso que tens vivido… Deus é Deus de MARAVILHAS Bendito seja hoje e sempre… AMÉM 🙏

    Com carinho, tua Mãe❣️

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s