O ABRAÇO DE DEUS

Como um pai se compadece de seus filhos… Salmo 103:13

Deus não é somente Todo-Poderoso: Ele é também um pai compassivo, cheio de graça. O Seu abraço caloroso e confortante é para todos os Seus filhos. Nossa idade não importa, nem o nosso nível intelectual. Não importa se temos medo ou nos sentimos rejeitados. Nós, todos, precisamos do abraço amoroso do Pai. Nos braços do Pai, podemos deixar as lágrimas caírem. Nós encontramos conforto nos braços d’Ele. Ali, nós podemos descansar e sermos renovados. Quando uma criancinha sobe no colo do pai, o importante não é a façanha de ter subido, e sim, o relacionamento.

O colo do pai não é um banco de réus. O pai não olha com acusação para a criancinha em repouso nos seus braços. Não, é o relacionamento, a comunhão, e o amor que importam neste momento. O trabalho pode esperar. As tarefas são postas de lado. A luta está bem distante. Os olhos da criança se perdem nos olhos do pai. Na medida que os braços do pai abraçam cuidadosamente, tranqüilamente, e amorosamente o corpinho da criança, ela sente o poder de cura fluir dos braços do pai diretamente para o mais profundo do seu ser.

Assim eles ficam. O tempo para. Vivem uns pedacinhos da eternidade. Nada é mais importante. Nada é mais precioso. Ninguém fala nada. Eles simplesmente sentam ali. A alma preocupada da criança está descansada e o pai cerca a vida inteira da criança de uma forma segura, firme e poderosa. Eles respiram ritmicamente. E a graça flui, a sempre crescente graça. A criança aguarda e escuta em silêncio. O pai deixa sua graça fluir, a vida gera vida. Desta maneira os reservatórios do espírito, da alma e do corpo são renovados. E depois que a tempestade está apaziguada e as necessidades supridas, novas visões, novos dias, novos desafios e novas aventuras brotam.

Oração:
Deus, Tu me cercas completamente, e Tu provês segundo minhas necessidades. Eu Te agradeço. Amém.

Fonte: Pr. Ulf Ekman, ‘Another Day of Victory.
Tradução: Harry e Todd Scates.

Via Amando Ao Próximo

DEZ PRINCÍPIOS PARA SER BEM-SUCEDIDO

01

Creia que sua vida cumpre um propósito divino na terra. Você é influenciado pelos genes que herdou de seus pais e é bastante “circunstancializado” pelo meio no qual vive. Entretanto, mais forte que as determinações genéticas e os condicionamentos do meio social, é o seu chamado para ser. Você foi criado como um sacerdote neste universo de Deus. Por isso, você existe e sabe que existe. Encha sua consciência com esse significado. Quando você assumir sua vocação para ser, as outras pessoas vão “encontrar” você.

02

Creia que seu dia ganha força e energia espiritual quando você ora. Portanto, ore sempre. Mesmo nos seus afazeres. Sempre que uma notícia ou informação lhe chegar, entregue-a a Deus. Ofereça a Deus os potenciais e as possibilidades que cada fato, percepção ou impressão lhe trazem ao coração. Além disso, pare um pouco todos os dias, ainda que seja só um pouco, e ore. Dê graças por tudo e abrace o Senhor no seu coração. Quando orar, peça coisas específicas, mas não se esqueça de sempre terminar de modo submisso e geral, dizendo: “Seja feita a tua vontade, assim na Terra como nos céu”. Afinal, você não sabe se o que quer é o melhor. Mas o Senhor sabe!

03

Creia que a maior inteligência que Deus lhe deu não é a intelectual nem a emocional, mas sim a inteligência. “O coração tem razões que a própria razão desconhece”. Usar a cabeça (inteligência intelectual) e saber se relacionar com o próximo e as circunstâncias (inteligência emocional) é fundamental. Mas não é essencial. O essencial habita os mistérios do espírito, no mundo do coração. Portanto, dê atenção aos seus sonhos noturnos e aos seus sentimentos perceptivos. Quando você tiver uma “impressão”, não a despreze de cara. Medite. Ore. Discirna. A resposta pode estar no passado. Mas, às vezes, trata-se de uma intuição profética. Pode ser um alerta sobre o futuro. Nesse caso, ore, corrija a rota e prossiga.

04

Creia que quando alguém ama a Deus e ao próximo e respeita a vida, então tudo ganha sincronicidade e conectividade. Isso é apenas um outra forma de dizer que “todas as coisas cooperam para o bem dos que amam a Deus”. O amor a Deus traz sentido para a sua vida. O amor de Deus transforma o cenário mais absurdo numa conspiração do bem.

05

Creia que a leitura bíblica feita com os olhos do coração ilumina a alma e os caminhos da Terra. Ler a Bíblia é importante. Mas lê-la com os olhos da alma é essencial. Quem lê com o intelecto enxerga textos e os compreende. Quem lê com o coração discerne “caminhos sobremodo excelentes”. Faça da leitura bíblica não apenas um meio de fortalecimento espiritual. Leia-a como caminho de descoberta e de insights para a sua visão do mundo, de si mesmo e de Deus.

06

Creia que uma atitude mental positiva tanto é resultado de uma espiritualidade sadia como também pavimenta o caminho de todo ser humano bem-sucedido. Eu costumo dizer que mesmo ateus-positivos se dão melhor na vida que ateus-negativos. O mesmo princípio se aplica a cristãos.

07

Creia que generosidade e dadivosidade são forças espirituais poderosas que atraem para quem as pratica as melhores oportunidades e possibilidades da vida. Por isso é tão importante dar dízimos e ofertas. Escolha causas, projetos e pessoas nos quais você acredita e dê no mínimo dez por cento dos seus ganhos para essas iniciativas. De fato, fazendo assim, você está abrindo portas invisíveis para você mesmo. E lembre-se: faça isso com entusiasmo e alegria.

08

Creia que o que diferencia o fazer do não-fazer é apenas uma decisão seguida de gesto simples. Assim sendo, nunca adie o início de qualquer coisa na qual você acredita se a oportunidade se apresentar e seu coração responder com paz e fé. O gesto necessário, tanto para se levantar de cama quanto para levantar a cama, é um só: colocar-se de pé. Daí Jesus ter dito: “Levanta-te, toma teu leito e anda”.

09

Creia que a melhor composição de imagem exterior e de virtude interior para um cristão é aquela que combina a “simplicidade dos pombos” (imagem exterior) com a “prudência das serpentes” (virtude interior). Sendo assim, seja astuto por dentro e simples por fora. Sempre dá certo e protege a vida.

10

Creia que a maior bênção de possuir uma consciência é poder usá-la para auto-examinar-se todos os dias. Quem se auto-examina resiste melhor às criticas, pois se utiliza delas para diminuir seus próprios equívocos, e se mostra imune a eles quando a consciência o convence de estar fazendo aquilo que é certo. Auto-exame é o que faz a diferença entre aqueles que vivem para preservar sua imagem e a reputação daqueles que vivem para o que é verdadeiro e real.

Caio
Copacabana
Escrito em 22/03/2003

Via CaioFabio.net